Data: 05/04/2017 Hora: 12:10:00
Em 9ª Sessão Ordinária, vereadores falam sobre emendas para a área da saúde
Foto:Guilherme Almeida

Por Alice Risso

Assistente de Imprensa

 

Na última terça-feira, 4 de março, aconteceu na Câmara Municipal a 9ª Sessão Ordinária.

Na primeira parte, o Expediente, foram expostos sete Requerimentos: dois do vereador Luiz Proença (DEM) - 28/2017 e 29/2017, em que um indaga o Poder Executivo sobre Programa Municipal de Alimentação Escolar e o outro sobre o Plano Municipal de Contingência para prevenção e atuação em situações de catástrofes naturais e outras emergências, respectivamente. O parlamentar João Batista também apresentou dois Requerimentos, o primeiro -  30/2017 - e outro (32/2017) junto com o vereador Paulo Henrique (PMDB), em que pergunta o porquê da lei 3.129/2016 não ser cumprida na cidade.

O vereador Paulo Henrique também exibiu mais um Requerimento ao lado de outros parlamentares, desta vez, com a vice-presidente, Elaine Ramos (PTB), e com o vereador Luiz Brisola (PSDB), no qual é perguntado ao Poder Executivo se há medidas para atender pessoas em estado de rua. A vereadora e presidente, Karla Pagianotto (PSDB), exibiu o Requerimento 31/2017 e o parlamentar Clayton Machado (PSDB) mostrou o Requerimento 33/2017.

Ainda no Expediente, foram apresentadas 16 Indicações, entre os assuntos abordados estavam construção de lombada e reparos na massa asfáltica, disponibilização de curso pré-vestibular e melhorias nos bairros de Pilar do Sul.

Já na Ordem do Dia entrou o Projeto de Lei - 21/2017, que trata sobre o Poder Executivo ter autorização de realizar abertura de crédito adicional suplementar no orçamento vigente. O PL foi votado e aprovado em turno único.

A última fase da sessão, Tribuna Livre, os vereadores têm o espaço para falarem sobre tema livre, de acordo com o art. 199, do Regimento Interno. Assim, o primeiro a subir foi Clayton Machado, que falou sobre seu encontro com o Secretário de Agricultura e Abastecimento de Estado, Arnaldo Jardim. "Fiz um pedido de um projeto, é um projeto muito bacana que a gente já vê acontecendo aqui em Pilar só que de uma forma não muito orquestrada, que é o projeto Horta Alimento", disse. "São técnicos que vêm e qualificam as pessoas que querem produzir sua própria horta em terrenos privados ou públicos (desde que a prefeitura conceda esse espaço). E aqui, a gente vê isso. Na campanha, eu vi dois senhorzinhos que falaram para mim 'tudo que a gente planta, a gente entrega para os moradores aqui do bairro'." O vereador também enfatizou a respeito da verba de R$ 150 mil, enviada pelo deputado federal Vitor Lippi, para o fundo nacional da saúde.

Em seguida foi a vez de Marcos Fábio fazer a oratória. Segundo ele, este é o ano para emendas para a saúde. "As emendas são várias. Eu tive a oportunidade de conseguir. Já havia conseguido com Alexandre Leite e Milton Leite, que são deputado federal e estadual, [no valor] de R$150 mil, em que serão comprados dois automóveis para o CAPS, computadores, equipamentos. Vai dar para equipar muito bem o CAPS", falou. 

Enviar esta notícia para um amigo

Reportar erro

Data: 05-04-2017 12:10:00